quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Câmeras contra a homofobia ("De repente, no inverno passado")

Para fazer “De repente, no inverno passado” o casal gay Gustav Hofer e Luca Ragazzi resolveu empunhar uma câmera e questionar a homofobia. Eles se viraram personagens do próprio filme quando no ano passado o governo italiano botou em pauta uma lei que reconheceria os direitos civis da união homossexual. O projeto gerou manifestações conservadoras, principalmente vinculadas ao Vaticano.

Juntos há 8 anos, os dois quiseram compreender o que pensam exatamente aqueles que condenam seu amor. Ouviram ainda quem apoiava sua causa. Eles foram a manifestações, ao Senado e às ruas confrontar idéias. Escutaram palavras de apoio, críticas e declarações duras. O filme intercala suas próprias opiniões às das outras pessoas, já que o casal também aparece em pequenas situações cotidianas e discute a questão com atenção e até mesmo humor. O documentário recebeu menção especial na mostra Panorama do Festival de Berlim 2008.

Hofer e Ragazzi estão no Rio e falarão sobre a experiência do filme e o assunto os levou a fazê-lo, o casamento gay. A conversa acontece amanhã depois da exibição de “De repente, no inverno passado” às 18:30h no Centro Cultural da Justiça Federal.

Nenhum comentário: